quarta-feira, 31 de outubro de 2012

CUIDADOS COM A PELE



Dias quentes pedem cuidados extras com a pele
 
A exposição excessiva ao sol pode causar envelhecimento precoce, manchas, rugas e até câncer


Com a proximidade do verão, os cuidados com a exposição ao sol devem ser redobrados e isso inclui maior atenção com a saúde da pele. O sol em excesso e em horários inadequados, além de causar envelhecimento precoce, pode ocasionar manchas, rugas e até mesmo câncer.

Dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca) apontam que a regiões Sul e Sudeste reúnem a maioria dos casos da doença no Brasil. Dos 140 mil novos casos estimados para 2012, pelo menos 22, 4 mil estão situados na região Sul. Destes, 7,4 mil devem acometer o Paraná. Uma possível explicação para tal quadro é que nessas regiões ocorreu uma intensa colonização por imigrantes europeus, aliada à pouca miscigenação, o que gerou grande concentração de pessoas de pele clara e com maior predisposição à doença.

Formada em sua maioria por descendentes das etnias polonesa, italiana, alemã, ucraniana, holandesa, espanhola, japonesa e portuguesa, a população do Paraná tem em sua composição 77,24% de pessoas brancas, segundo dados do IBGE. Para esse público, o desejo de pele bronzeada é difícil de alcançar. Isso porque pessoas com esse tom de pele, olhos claros e eventuais sardas apresentam pouca produção de melanina, pigmento responsável pelo tom da pele e que ajuda também no processo de bronzeamento.

Assim, a própria condição biológica é determinante para adquirir ou não a cor tão desejada. Nesse caso o melhor é aceitar a sua condição e não lutar contra o próprio biótipo. "É preciso entender que alguns tipos de pele nunca se bronzeiam e, com a exposição exagerada ao sol, podem sofrer queimaduras", destaca o dermatologista José Roberto Shibue. Ele é o coordenador estadual da campanha da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), que vai levar exames gratuitos à população de várias cidades do Estado no dia 24 de novembro.

Outro fator fundamental é que os números de câncer da pele são registrados com maior frequência em pessoas acima dos 40 anos, mostrando que o efeito do sol é cumulativo e resultado da exposição sem proteção ao longo da vida.

Além disso, conforme pesquisa da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), cerca de 70% da população não tem o hábito de se proteger. Segundo Shibue, a população não deve se cuidar apenas durante a temporada de férias ou nos dias de muito sol. Mesmo nos dias nublados, a incidência dos raios ultravioleta podem causar danos à pele, sendo que rosto, pescoço e tronco ficam de duas a quatro vezes mais expostos do que outras partes do corpo. "A população precisa se conscientizar de que os cuidados com a pele devem ser diários, sendo que a melhor forma de prevenção é o uso do protetor solar", explica o dermatologista. Aliado a isso, roupas, bonés, chapéus e óculos de sol formam uma barreira física que ajuda na prevenção da doença.

Cuidados gerais
- Evite se expor ao sol entre 10h e 16h. Com o horário de verão, é preciso se proteger entre 11h e 17h;

- A exposição ao sol deve ser gradual, de acordo com cada tipo de pele;

- A aplicação do protetor deve ser realizada de 20 a 30 minutos antes da exposição ao sol, tempo mínimo considerado para o produto começar a fazer efeito, com reaplicação a cada duas horas ou após intensa transpiração;

- Mesmo em baixo do guarda-sol, é necessário o uso de protetor solar, uma vez que a areia funciona como uma espécie de refletor dos raios solares;

- A tecnologia vem ajudando na prevenção do câncer da pele, com materiais com proteção UV em guarda-sóis, camisetas e bonés.

Serviço:
Campanha Programa Nacional de Controle do Câncer da Pele
Organização: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Data: 24 de novembro
Exames gratuitos preventivos em sete cidades do Paraná
Informações: Site da SBD - www.sbd.org.br
 
 
 
 
FONTE:http:// www.bonde.com.br
 

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

DICAS DE SEGURANÇA


OUTUBRO ROSA NA REVISTA UNIVERSO FEMININO


SESC POMPÉIA


SEJA FELIZ COM SEU TRABALHO!


10 passos para ganhar a vida fazendo o que gosta

Tem muita gente que adora o que faz e é apaixonado pela própria carreira, mas também tem muita gente que está preso a um emprego que não gosta ou pelo menos que não os motiva.
Trabalhar fazendo o que você adora é bom para você e para seu empregador, sem dúvida.
Mas como transformar o sonho em realidade? Veja estas 10 dicas para transformar sua paixão em carreira:

1 – Busca espiritual
Para ganhar a vida fazendo o que gosta, é preciso primeiro gastar um tempo pensando sobre o que te traz prazer.
Para isto, pense no assunto e descubra quais são as coisas que você gosta de fazer, incluindo o máximo de detalhes e informações específicas que for possível, sem categorizar em uma carreira ou indústria específica.
Somente depois de ter uma lista do que você gosta de fazer, você deve pensar nas carreiras que se encaixam nesta lista.
2 – Separe um tempo para fazer acontecer
Uma vez determinadas as paixões que você gostaria de transformar em carreira, é importante tomar os passos necessários para transformara a ideia em realidade.
Agende um tempo para elaborar o plano que vai te levar lá, e escreva esse plano, mesmo que ele seja detalhado em pequenos passos.
3 – Descubra como lucrar com sua paixão
Para transformar algo que se adora em um negócio, é preciso determinar como se faz dinheiro com isto.
Gaste algum tempo coletando ideias, olhe para sua paixão de diversos ângulos, com a sua perspectiva, a perspectiva do comprador, a perspectiva do usuário final e a perspectiva da audiência. Por exemplo, pessoas que amam arte podem financiar sua paixão de diversas formas, como ensinando arte, trabalhando em uma galeria ou fazendo arte.
4 – Converse com quem já fez o que você quer fazer
Encontre alguém que faz aquilo que você adora, por exemplo, algum empreendedor que esteja trabalhando na sua área de interesse.
Conversar com alguém que já está no mercado e que tem a mesma paixão que você lhe permite descobrir os revezes que lhe esperam, o que vai lhe ajudar a descobrir como criar um modelo de negócio.
5 – Cerque-se de pessoas que o apóiem
Quando você abandonar o seu emprego atual e mudar de vida, vai precisar de pessoas para lhe apoiarem e encorajarem, principalmente por que muita gente não gosta de mudanças, vai se assustar e acabar contribuindo para tentar lhe segurar no passado.
O apoio de amigos fará com que você se sinta menos sozinho, e muito mais corajoso.
6 – Seja destemido
Criar uma carreira pode ser um projeto assustador, mas você não pode ter medo de mergulhar de cabeça.
Muitas pessoas têm medo de tentar fazer o que adoram por terem receio de não serem bons ou de cometerem um erro, ou até de não estarem prontos. O caminho é tentar e, quando e se cometer um erro, simplesmente prosseguir.
7 – Não fique esperando
Quanto mais tempo as pessoas esperam para fazer do que gostam uma carreira, menos provável que algum dia elas venham a fazer isso.
É preciso ter espírito empreendedor e agir rapidamente. Abra o negócio que você está sonhando agora porque, quanto mais velho você fica, menos riscos você estará disposto a tomar.
8 – Estude
Antes de se arriscar, quem está interessado em trocar de carreira precisa ter algumas aulas ou uma instrução profissional sobre indústria que quer entrar. Desta forma, as pessoas podem se certificar de que tal carreira realmente é para elas.
O investimento em cursos e treinamento também serve para medir o talento e perseverança.
9 – Não tente fazer tudo sozinho
A maioria pensa que fazer algo que gosta exige iniciar seu próprio negócio, mas nem sempre este é o caso.
Um caminho mais fácil é encontrar uma empresa, companhia ou projeto que já faça algo que você adora, e tentar um emprego lá. Não tenha medo de “começar por baixo”.
10 – Tenha paciência
Quem está perseguindo seu sonho tem que estar preparado para os problemas iniciais que certamente virão.
É preciso ter paciência, já que pode levar algum tempo entre o início do novo negócio e o esperado lucro que lhe permitirá abandonar o emprego que você não gosta.
 
 
 
 
FONTE:http:// www.hypescience.com
 

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

OUTUBRO ROSA!!! IMPORTANTE!!!!!


Câncer de mama: o que toda mulher deveria saber

Apesar de incontáveis campanhas de conscientização realizadas no mundo todo, o câncer de mama é cercado de mitos. Para avaliar até que ponto ia o conhecimento de leigos e especialistas acerca do tema, a revista Health fez uma pesquisa com 753 leitores e 1.248 ginecologistas obstetras. Confira a seguir resultados que causaram espanto na equipe (e informações cruciais para se combater a doença).
Fato surpreendente #1: 63% das mulheres acreditam que o histórico familiar é o maior fator de risco para o câncer de mama.
O que você deveria saber: A grande maioria das mulheres com câncer de mama não tem histórico familiar da doença.
O maior fator de risco entre as mulheres é, de fato, a idade. “Conforme envelhecemos, nossos tecidos também envelhecem, e o risco de se desenvolver doenças aumenta”, explica Susan Boolbol, do Centro Médico Beth Israel em Nova York (EUA).
Com o passar dos anos, aumenta também o tempo de exposição ao hormônio estrogênio, que pode elevar o risco de câncer de mama – o que explica, em parte, por que as chances de se ter a doença aumentam de 1 em 233 aos 30 anos para 1 em 29 aos 60.
Naturalmente, embora não seja o maior fator de risco, a existência de casos na família é preocupante, e deve ser informada ao médico. Casos de câncer de ovário, próstata ou pâncreas também podem ser motivo de preocupação em relação ao câncer de mama.
Fato surpreendente #2: 40% das mulheres dizem que câncer de mama é o câncer que mais as preocupa.
O que você deveria saber: Câncer de mama é bastante tratável se detectado precocemente.
Apesar de ser o tipo mais comum entre as mulheres, o câncer de mama é responsável por menos mortes do que o de pulmão – as chances de uma mulher morrer por causa deste é de 1 em 20, contra 1 em 36 do câncer de mama. Isso se deve, em parte, porque o câncer de mama tende a ser detectado (em especial por meio de mamografia) em estágios mais iniciais e mais fáceis de tratar, diferentemente de câncer de pulmão ou de ovário, por exemplo.
O temor em relação à doença se deve, assim, mais à exposição midiática do que ao risco de morte que ela causa.
Fato surpreendente #3: 39% das mulheres dizem que a principal forma de se detectar câncer de mama precocemente é por meio do autoexame mensal.
O que você deveria saber: Mamografia é a forma principal, de acordo com 73% dos médicos.
Muito recomendado em campanhas de conscientização, o autoexame é considerado por algumas pessoas tão eficaz quanto a mamografia – uma crença que muitos especialistas consideram perigosa. “Autoexames não são confiáveis”, aponta Barbara Levy, do Congresso Americano de Ginecologia e Obstetrícia. “Agora nós estimulamos a autoconsciência – saber como seus seios aparentam e senti-los, para que, caso note qualquer inchaço ou caroço, você possa informar seu médico”.
Ao invés de fazer um autoexame mensal, procure sentir os seios de vez em quando, no banho ou pouco antes de dormir. Passar por uma mamografia anual a partir dos 40 anos permanece uma recomendação forte entre especialistas da área. Para mulheres com menos de 50 anos, Levy recomenda a mamografia digital, capaz de analisar melhor seios densos.
Fato surpreendente #4: Apenas 4% das mulheres dizem que excesso de peso tem o “maior efeito” sobre o risco de câncer de mama.
O que você deveria saber: Estar acima do peso aumenta suas chances de ter câncer de mama em mais de 40%.
De acordo com estudo citado pela Health, mulheres que ganharam de 9 a 13 kg após os 18 anos têm maior risco de desenvolver câncer de mama após a menopausa. Entre os médicos que participaram da enquete da revista, 78% recomendaram que os pacientes percam peso como forma de diminuir os riscos de se desenvolver a doença.
 
 
 
FONTE:http:// www.hypescience.com
 
 

terça-feira, 16 de outubro de 2012

RESULTADO QUE NOS MOTIVA A CONTINUAR O TRABALHO 100 MIL CLICKS


CAMINHADA CONTRA O CÂNCER DE MAMA - 21 DE OUTUBRO


RODADA PORTAL PARA NEGÓCIOS 2012


PRATIQUE ESPORTES


FÓRUM DE EMPREENDEDORISMO SEBRAE


COMO O ORGANISMO É AFETADO PELA OBESIDADE


DURMA BEM E VIVA MELHOR !


NUTRIÇÃO E VIDA - CHÁ DE GENGIBRE


COMO EVITAR O PRÉ - DIABETES